Mercado Imobiliário

Devo investir em imóveis em 2020? Entenda o cenário atual do mercado

Investir em imóveis em 2020

Se você se interessou por este conteúdo, provavelmente está considerando a ideia de adquirir um imóvel para morar ou investir. Estar munido de informação e saber identificar o momento certo para a tomada de decisão é ideal para fazer um bom negócio e com segurança. Por isso, vamos falar de alguns motivos para investir em imóveis em 2020.

O cenário ideal para investir em imóveis em 2020

Investir em imóveis em 2020

São diversos os fatores que fazem uma combinação atrativa para o mercado e cliente final: indicadores positivos do PIB (Produto Interno Bruto), geração de empregos (mesmo que a passos lentos), inflação controlada e a queda da taxa básica de juros (Selic) fazem parte do pacote.

Uma pesquisa realizada pela Fipe e Grupo Zap mostrou o crescimento de potenciais compradores de imóveis no 3º trimestre de 2019.  Dos entrevistados, 38% disseram ter intenção de adquirir imóveis nos próximos meses, representando um aumento de 12% em relação ao 2º trimestre.

Entre os compradores em potencial, a maioria tem como principal objetivo destinar o imóvel para moradia. Enquanto isso, 12% dos respondentes gostariam de utilizar o imóvel como investimento. O principal interesse é obter renda de aluguel (67%), seguido da intenção de revender após valorização.  

Juros mais baixos, financiamento facilitado

Investir em imóveis em 2020

No final de 2019 a taxa básica de juros (Selic) chegou ao seu menor nível histórico: 4,5% ao ano. E a previsão é que em 2020 fique no mesmo patamar.

A redução, já esperada pelo mercado, melhora as condições para os financiamentos imobiliários e deixa o investimento em imóveis mais atrativo, inclusive quando comparado a outras opções mais conservadoras como a renda fixa. De acordo com Basilio Jafet, presidente do Sindicado da Habitação (Sicovi), cada ponto percentual reduzido na Selic chega a representar até 15% a menos no valor da prestação, afirmou em entrevista.

Até novembro de 2019, essa modalidade de crédito atingiu R$76,1 bilhões para aquisição e construção de imóveis com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). O número representa uma alta de 38,3% em relação ao apurado nos 12 meses anteriores pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

Todo esse cenário se mostra muito positivo, pois melhora a confiança dos compradores para investir, impulsionando as obras das construtoras. Mas não só o valor de compra e venda é afetado pela Selic. Os aluguéis também sofrem variação, causando maior ou menor procura por imóveis para alugar.

Investir em imóveis de alto padrão

Investir em imóveis de alto padrão

Mesmo durante a crise, o setor imobiliário de alto padrão apresentou crescimento. Na capital paulista, por exemplo, o avanço é de 20% ao ano, de acordo a Sicovi-SP. Diferenciais como localização, valorização, liquidez e qualidade no acabamento fazem desse tipo de imóvel um ativo seguro e rentável.  

Apesar de estarmos no interior paulista, é importante prestar atenção nessa tendência da capital, que influencia as demais cidades que estão ao seu redor.

O mercado imobiliário em Sorocaba

No mercado imobiliário de Sorocaba, mesmo com a quantidade menor de lançamentos, o Valor Global de Vendas (VGV) totalizou R$755,8 milhões entre outubro de 2018 e setembro de 2019. O volume é 6,8% superior ao registrado no período anterior.

A quantidade de imóveis em estoque reduziu 23,5% em relação a setembro de 2018, com um total de 2.548 unidades disponíveis para venda. A oferta é formada por imóveis na planta, em construção e prontos para morar.

E não para por aí, as unidades consideradas de alto padrão, com valor a partir de R$500 mil, tiveram um VSO (Vendas Sobre Oferta) de 84,4% no mesmo período analisado. Este indicador tem como principal objetivo demonstrar o percentual de unidades comercializadas sob o total de imóveis disponíveis. Quanto maior for esse índice, melhor.

O mercado imobiliário em Campinas

A grande Campinas também apresentou melhorias significativas, com aumento de 92% nas vendas de imóveis entre agosto de 2018 e julho de 2019. Outro destaque é a quantidade de lançamentos, que atingiu a marca de 29,7% novas unidades na cidade.

Em entrevista, o diretor regional do Secovi, Marcelo Colucini, afirmou que pelo menos três fatores contribuíram para o mercado deslanchar na cidade: a queda da taxa Selic, redução no valor das parcelas dos financiamentos e o estímulo para a compra de imóveis. A aprovação do Plano Diretor e da Lei de Uso e Ocupação do Solo também colaboram nas boas perspectivas do mercado.

Investir em imóveis: identificando o melhor negócio

Como identificar um imóvel rentável para investir

Mesmo com as altas expectativas para o mercado imobiliário, a orientação sempre é pesquisar bastante até encontrar um imóvel que atenda às suas necessidades, seja para morar, vender ou alugar.

No entanto, é importante observar alguns aspectos na hora de escolher. Preste atenção na localização do imóvel, se é uma área de fácil acesso, com infraestrutura completa e perspectiva de valorização.

Avalie também a funcionalidade da planta e a qualidade dos acabamentos entregues pela construtora. Inclua na lista verificar a estrutura do empreendimento, como itens de segurança na portaria, áreas de lazer e até tecnologias e comodidades que agreguem valor ao imóvel. Podemos citar como exemplo a infraestrutura para automação residencial, energia fotovoltaica e ponto de recarga para carros elétricos.  

Com apartamentos à venda em Sorocaba e Campinas, a CRB Construtora possui empreendimentos de alto padrão que valorizam a localização e acabamentos nobres, sendo um ótimo ponto de partida para sua pesquisa de imóveis para investir em 2020. Confira os recentes lançamentos da CRB Construtora e aproveite as boas oportunidades..  

Veja também:
dicas e orientações para alugar seu imóvel
Pretende alugar seu imóvel? Confira essas orientações
Apartamentos Studio são tendência de investimento para alugar