Mercado Imobiliário

Pretende alugar seu imóvel? Confira essas orientações

dicas e orientações para alugar seu imóvel

Investir em imóveis para alugar é uma estratégia conhecida para gerar renda extra. Em certos casos, também é uma maneira de manter a residência em uso quando o(a) proprietário(a) precisa se mudar e não quer vendê-la.

Porém, apenas fazer um anúncio com “Aluga-se” pode não ser suficiente, por mais que o imóvel seja ótimo.

As perguntas “como alugar meu imóvel mais rápido?”, “como divulgar?” ou “devo contratar uma imobiliária?” podem ser comuns nesse momento. Por isso, antes de colocar seu imóvel para alugar, confira algumas dicas que separamos.  

Faça uma vistoria completa

Todos gostam de morar em um local com bom estado de conservação. Por isso, faça uma vistoria criteriosa antes de alugar o seu imóvel, afinal, isso pode ser decisivo para a locação ou não.

Prefira fazer a vistoria em um dia calmo, para que observe atentamente cada detalhe e anote tudo.

Verifique se portas e janelas estão abrindo normalmente, ou se há algum defeito nos vidros. Teste também todas as chaves do imóvel. Atenção com a parte elétrica e hidráulica para evitar dores de cabeça no futuro.

Revestimentos, pisos e paredes também merecem atenção. Confira se há rachaduras, trincas e manchas que precisem ser corrigidas.  

Realize pequenas reformas

Faça pequenas reformas antes de alugar seu imóvel

Após a vistoria completa, talvez sejam necessários pequenos ajustes antes de alugar seu imóvel. Lembre-se: isso é importante para causar uma boa impressão e até valorizar seu apartamento ou casa. Além disso, evita ter de fazer reformas de última hora.

Um apartamento bem conservado causará mais encantamento e interesse por parte do futuro inquilino. Sendo assim, as chances de alugar seu imóvel mais rápido serão maiores.

Pense no perfil do inquilino

Acredita que seu imóvel se adequa melhor para determinado perfil? Tudo bem! Você pode traçar algumas características das pessoas para quais gostaria de alugar e realizar benfeitorias que combinem com elas.

Por exemplo, você pode ter um apartamento studio ideal para universitários ou jovens solteiros que prezam por praticidade. Que tal já deixar um espaço que sirva para estudos ou algum mobiliário que ajude a organizar itens de home office?

Aliás, equipar seu imóvel com alguns mobiliários básicos como armários de cozinha e quarto, além de gabinetes de banheiro, pode aumentar a percepção de valor. Isso também facilita o processo de mudança do inquilino e gera até uma economia de tempo e dinheiro para ele.

Tenha um preço competitivo

Com diversos anúncios de imóveis para alugar na internet, os inquilinos passam muito tempo pesquisando valores. Dessa maneira, percebem rápido qual o preço médio do aluguel na região escolhida.

Ao alugar seu imóvel é necessário que você defina um valor competitivo, para que seja justo e não fique fora dos parâmetros do inquilino. Pesquise por residências semelhantes à sua e quanto cobram de aluguel.

Leve em conta também a região que você irá alugar seu imóvel: se é próximo do centro da cidade, cercado por faculdades, se está em uma localização nobre. No caso dos apartamentos, os diferenciais do edifício também podem ser considerados.

Existe a possibilidade de solicitar ajuda a um profissional do mercado imobiliário, que fará avaliação e pesquisa com objetivo de definir o melhor valor para alugar seu imóvel.

Divulgação faz diferença

Ao decidir alugar seu imóvel, faça uma boa divulgação com fotos e informações corretas

Seja nos classificados ou em anúncios na internet, a divulgação deve ser atrativa. É o primeiro contato que o futuro inquilino terá com seu apartamento, além de ser uma estratégia para alugar seu imóvel mais rápido.

Anuncie o seu imóvel com as seguintes orientações em mente:

  • Faça boas fotos: Tire fotografias do imóvel limpo, com uma boa iluminação e em diferentes ângulos. Mostre bem os ambientes. Se ainda for realizar reformas, faça as fotos após finalizar esses ajustes.
  • Valorize o texto do anúncio: se atente a colocar todas as informações necessárias e corretamente, para evitar mal-entendidos entre você e o locatário. Evidencie os benefícios do imóvel, diferenciais do condomínio e a localização.
  • Seja transparente: é fundamental todas as informações estarem claras e mostrarem como o imóvel realmente é. Dessa maneira, você e o possível locatário evitam visitas desnecessárias e falsas expectativas.

Seja flexível, se necessário

Faça um contrato e defina garantias ao alugar seu imóvel

Ser muito rígido ao alugar seu imóvel pode causar demora para fechar negócio ou até espantar possíveis inquilinos. Conheça bem o locatário e converse sobre o contrato de aluguel para possíveis adequações, principalmente no que tange às garantias.

Em contratos de locação é comum encontrar uma das seguintes garantias:

  1. Seguro fiança: seguro no valor de até três aluguéis contratado pelo inquilino. Substitui o fiador e garante segurança ao proprietário.
  2. Fiador: o inquilino escolhe uma outra pessoa para assumir as mensalidades e multas se houver inadimplência.
  3. Depósito caução: a modalidade mais comum de todas. Trata-se do adiantamento de duas a três mensalidades do aluguel, depositados assim que assina o contrato.
  4. Fiança bancária: conhecida também como carta de fiança, nessa opção um banco escolhido pelo locatário emite uma garantia de pagamentos de aluguéis e demais despesas relacionadas em caso de inadimplência.

No contrato é importante constar também as informações: preço do aluguel, penalidades quando há falta de pagamento e eventuais problemas, tempo mínimo de locação e quais as regras em caso de rescisão.

Se tiver dúvidas sobre quais os direitos e deveres do locador e do inquilino, peça ajuda de um advogado para que seja firmado um acordo seguro e justo. Também há disponível na internet diferentes artigos que exemplificam a Lei do Inquilinato.

Manter-se bem informado e se precaver sempre é uma boa escolha.

Contratar ou não uma imobiliária para alugar seu imóvel?

Essa decisão depende muito do quanto você tem tempo para cuidar de todos os detalhes que uma locação exige.

Ao alugar seu imóvel por um imobiliária, você contratará uma empresa para cuidar de toda a burocracia, divulgação, visitas ao apartamento, documentações e contato direto com o inquilino.

Por outro lado, colocar um imóvel para alugar por conta própria, pode valer a pena por te poupar de alguns gastos. Sendo assim, a melhor forma para saber se deve optar ou não por uma imobiliária, é pesquisando bastante, avaliando se terá disponibilidade o suficiente e colocando tudo na ponta do lápis.

Veja também:
CRB Construtora patrocina evento com foco na qualidade de vida do trabalhador da construção civil
busca por apartamentos maiores crescem durante a pandemia
Mais espaço: cresce busca por apartamentos maiores para morar