Empreendimentos

Varanda gourmet em apartamentos: a tendência que veio para ficar

Hambúrguer, churros, pizza, brigadeiro, varanda! Se engana quem pensa que o conceito gourmet pode ser aplicado somente na gastronomia. No mercado imobiliário, a varanda gourmet está no topo da lista de exigências. Desde apartamentos com metragens mais compactas até as maiores, a varanda gourmet representa o grande diferencial na decisão do fechamento do contrato do imóvel.

Mas, você já parou para pensar a origem do nome varanda gourmet? O uso deste espaço dentro de casas ou apartamentos atravessou os tempos e ganhou novos significados de acordo com o nosso comportamento. Aliás, podemos afirmar que todos nós somos os grandes responsáveis por esta nomeação. Quer saber o motivo? Contamos agora:

Origem das Varandas

Cortem as varandas!

Varanda Gourmet: Origens

No Brasil, no início do século XIX, muitas varandas tinham fechamento muxarabi (aplicação trançada que trazia privacidade e luminosidade ao mesmo tempo) influenciadas pelas referências que Portugal absorveu no tempo em que ficou sob domínio árabe. Na época, estes espaços funcionavam como pontos de vigília internos. Dom João VI ordenou a extinção do estilo, já que trazia à tona lembranças do tempo em que os portugueses não eram livres.

A mulher também teve um importante papel nesta história, já que a varanda era o local em que ela podia ser vista publicamente. Este marco pode parecer singelo, mas provocou mudanças significativas nos costumes que ocorreriam após o Primeiro Reinado, quando elas conquistariam cada vez mais o direito de frequentar as ruas livremente e sozinhas.

Varanda Gourmet: História

Em meados do século XX, o comércio externo teve mais abertura para a chegada de novos produtos, refletindo no consumo também no segmento da construção civil. As opções de acabamentos para aplicações internas e externas cresceram constantemente. As primeiras varandas com aplicações de materiais como ferro e vidro foram surgindo.

No final da década de 80 e início da década de 90, com a disseminação de eletrônicos como o celular e o computador junto à propagação da internet, o estilo de trabalho home office ganhou força, fazendo com que parte da população passasse mais tempo em casa. Esse hábito trouxe novamente mudanças para as plantas dos apartamentos, que precisaram se adaptar para criar mais espaços de convívio. A varanda tem os primeiros indícios de tornar-se extensão de cômodos como sala ou cozinha.

Na era dos Millennials

Varanda Gourmet: Jovens

A partir do novo milênio, o home theater foi disseminado no mercado nacional, fazendo com que os moradores ficassem mais tempo em suas salas aproveitando a programação televisiva. Esse comportamento fez com que o conceito de ambientes integrados surgisse com mais frequência nos projetos: a família está na sala, pode facilmente levantar e pegar algo na cozinha e, a poucos passos, já está na varanda, tudo isso sem necessariamente trocar de ambiente.

Com o desenvolvimento das cidades, principalmente nas capitais, a preocupação com a violência fez com que mais famílias buscassem residência dentro de condomínios. Desta forma, surgiram os primeiros empreendimentos com o conceito de clubes e torres equipadas com lazer completo. Por isso, a varanda também ganhou atenção especial, afinal as pessoas queriam entretenimento e espaços em que pudessem se divertir com segurança e privacidade.

Ok, mas e a varanda gourmet? Calma que tá chegando!

Se antes a varanda era prioritariamente um espaço para contemplar a paisagem externa, hoje ganha o status gourmet, em sintonia à cultura tipicamente brasileira de reunir pessoas ao ar livre para aproveitar almoços, jantares e outros encontros que envolvam culinária.

Neste sentido, a tradição do churrasco no Brasil também transformou as plantas dos apartamentos, já que a churrasqueira individual é outra tendência que tem aparecido nos projetos de empreendimentos em lançamento. E é por estas razões que o conceito de varanda gourmet foi consolidado como um espaço externo do aparatamento dedicado à confraternização e boa gastronomia.

Na CRB Construtora, os empreendimentos em lançamento Olga Botanique, Tom Jobim e Le Monde, assim como os residenciais em obras Villa Lobos e Luzes Campolim, contam com varanda gourmet, em metragens que vão de 66m² a 259m². Ahh.. e em algumas plantas, o espaço já vem preparado para a instalação de piscina e deck com ofurô.

Inspirações de Varanda Gourmet

Le Monde - 101m² - Varanda Gourmet

Le Monde – 101m² – Varanda Gourmet

Varanda Gourmet Le Monde

Cozinha e sala integradas com a varanda Le Monde duplex 101m²

Varanda Gourmet Olga Botanique

Varanda Gourmet Olga Botanique apartamento 115m²

Varanda Gourmet Tom Jobim

Varanda Gourmet Tom Jobim apartamento 166m²

Varanda Gourmet Villa Lobos

Varanda Gourmet Villa Lobos apartamento 66m²

A post shared by Casa e Jardim (@casaejardim) on

Varanda Gourmet Casa Vogue

Via CasaVogue

Varanda Gourmet Casa e Jardim

Via Casa&Jardim

Varanda Gourmet CasaClaudia
Via CasaClaudia

Gostou? Se quiser saber mais sobre as varandas, fique ligado, pois em breve nós falaremos mais sobre o assunto por aqui, passando pela integração dos cômodos, o fechamento em vidro e dicas para decorar o ambiente. Ficou alguma dúvida? Deixe nos comentários e nós conversamos mais. Até a próxima!

Veja também:
Lazer nas alturas: dos hotéis de luxo para o seu condomínio
5 motivos para você investir em um apartamento com lazer completo